Como a Teresa superou o pânico

Postado por Rui Fonte em sábado, janeiro 26, 2013 Em: Casos

Vou falar do meu caso, em 1992 comecei com crises de angustia e tonturas, fui ao medico e ninguém percebia o que eu tinha, andei assim ate ter o 1º ataque de pânico em 1997, aqui foi o ponto máximo, procurei ajuda, fiz psicoterapia e paralelamente a isso tomei medicação, demorei muito tempo a perceber a melhor medicação para mim, após isso foi a recuperação.

Algumas técnicas que fui usando: 

- não forcei nada que visse que me ia provocar ataques de pânico pois isso era dar vários passos para trás no processo da minha recuperação.

- sempre que tinha sintomas de que um ataque estava a começar soletrava palavras, fazia listas de compras ou países ou cores ou marcas de carro etc, etc, isso ajudava- me a desviar o foco da minha atenção para essas listas e não para o medo ou para o que estava a sentir.

- aprendi a ver este meu problema como qualquer outro problema de saúde, onde temos que ir ao medico e tomar medicação, sem fazer analises do tipo: sou maluca ou fraca, etc ( ao inicio tinha esses pensamentos).

- não foi fácil mas comecei a disciplinar o meu pensamento quando tinha crises de angustia escrevia num papel coisas boas projectos ferias qualquer coisa que me deixasse feliz com isto desviava também o meu foco para algo positivo e este processo levou me a não estar sempre a pensar em coisas negativas pois as positivas estavam muito presentes.

- ajudou me não ter pessoas a pressionarem me. 

- quando comecei a sentir me mais segura retomei algumas actividades sozinha para não sentir a pressão de alguém estar ao meu lado e eu não conseguir fazer alguma coisa, cheguei a combinar uma ida ao cinema e 5 minutos depois começar a ficar ansiosa.. para não sentir essa pressão comecei aos poucos e sozinha a fazer certas coisas ate estar 100% segura.

Tive momentos muito maus, ataques de pânico no trabalho, no cinema e centro comercial, tranquei me numa wc sem conseguir sair ate que uma pessoa da família me foi buscar, enfim, a minha postura foi a partir de certa altura não fazer juízos de valor  deixar rolar e isso ajudou me ao ponto em que estou hoje, já não tenho um ataque vai para 5 anos, e os que tive foram mais controlados

Espero ajudar um pouco com este testemunho, hoje estou mais fortalecida, e sei por experiência que se pode sair deste desgastante problema :)

Obrigado Teresa por este guest post.

Em: Casos 


Tags: testemunho   
    
   
 
  
   
  
   
   
  
   
      
  
   
   
  
   
    

Sobre Mim


Rui F. Sei que ter ansiedade atrasa todo o processo da vida e pelo que dedico muitas horas para levar até si tudo o que possa ajudar a compreender esta doença. Foi uma forma que encontrei para tornar útil a minha ansiedade.
  

Outros Projetos Pessoais

Práticas Alternativas


Informação e ajuda à ansiedade, depressão e ataques de pânico
Information and help with anxiety, depression and panic Attacks
Información y ayuda con ataques de ansiedad, depresión y pánico
L'information et aider avec des d'anxiété, dépression et la panique

Vladman.net © 2010-2017

vladman.net