Como fiz as pazes com a ansiedade - Parte 7

Postado por rui vladman fonte em sábado, dezembro 1, 2012 Em: Casos

Se leu a parte 6 reparou que a terapia cognitivo-comportamental resultou, mas não totalmente, serviu para descer o meu nível de ansiedade de 4 para 2 e por vezes um 3. E porque se deu isso? Foi tudo um geral, mas o que me realmente ajudou foi falar directamente durante um ano com pessoas com casos iguais ao meu, vejam, eu já tinha falado com muitas pessoas que sofriam do mesmo, virtualmente, mas nunca pessoalmente, frente a frente, isso de certa forma me ajudou imenso. Mas eu não estava satisfeito, aquele nível 3 ainda me causava estragos na vida, pensei para mim "é desta que me vou livrar me ti ansiedade, então meti na minha cabeça, vou moldar os meus hábitos.

Maus hábitos

Quem me conhece sabe que antes da ansiedade era um rapaz que ia a todas, adorava a vida, era feliz em todos os sentidos, nunca estava parado e sem vícios, mas durante estes anos desenvolvi alguns maus hábitos que os acabei de os corrigir, dormia imenso (tenho a certeza que devido à medicação), bebia álcool mais que normal (acalmava-me a ansiedade), isolava-me sempre que podia (medo de dar uma em frente aos meus amigos), levava uma vida do tipo trabalho - casa, fiquei muito sedentário, má alimentação, ocupava a minha mente com pensamentos nocivos, enfim todos aqueles que são normais nestes casos, decidi então inverter tudo isso em prol da ansiedade.

Objectivo, eliminar maus hábitos

Primeiro, o que aconselho a todos antes de...inserir o desporto na vida, não é preciso falar dos seus benefícios mas o que vale a pena falar é que ele vai automaticamente eliminar uns tantos maus hábitos, mas não exercícios anaeróbios (força, ginásio) esses já fazia antes da pré ansiedade mas sim exercícios aeróbios (caminhar, correr, nadar ou bicicleta), eles mexem com a nossa química e uma pessoa fica com mais energia durante o dia, para além do nosso metabolismo ficar acelerado o que trás benefícios na alimentação, agora...vos digo, é tão difícil começar e manter este hábito!!! Mas depois de começar e o manter vos garanto, está meio caminho andado. Também vai ajudar a eliminar outros maus hábitos, acreditem, é preciso é determinação e persistência.


Ajustei também minha alimentação, mais verduras e frutas, o sal acabou, eliminei o álcool como alternativa, o café reduzi para apenas os necessários tal como as bebidas gaseificadas, açúcar idem, inseri muitos alimentos a base de fibra cálcio, magnésio e sopas todos os dias, aumentei bastante a quantidade de água diária e como sempre de 3 em 3 horas. Arranjei sempre algo que ocupasse a minha mente (tal como este blog e outros hobby´s) e tento nunca ficar estático, quer seja social ou familiar, onde falho muito é no dormir, no próximo artigo eu explico o porque, enfim, no 
espaço de um\dois anos mudei muita coisa, sabem o que o que aconteceu com tudo isso? Passei para uma ansiedade normal de qualquer pessoa, ou seja, achei a melhor maneira de me controlar e de me manter. É muito importante saber, apesar de tudo isto não sou escravo de nada, como de tudo e bebo de tudo, mas mais controlado.

E bastou isso?

Basicamente, actualmente não faço nenhuma medicação, claro que falei com a minha médica sobre o assunto, apenas mantenho um s.o.s (calmante) sempre comigo. Não é fácil, é precisa muita motivação e persistência, mantenho tudo religiosamente com o medo que a ansiedade dispare. Eu tentei de tudo o que me pareceu justificado e aceitável por mim e tudo falhou, se pesquisarem na Internet vão ler outros tipos de tratamentos de sucesso mas este foi o que resultou comigo, não vos estou a vender nada e claro o que resultou comigo pode certamente não resultar com outros.

Uns conselhos

Não pode ficar à espera que seja apenas passageiro, porque não o é, faça algo, tire ideias, teste-as, se falharam aprenda com a falha, lide com ela como se fosse outra doença cronica qualquer que requer uma mudança, como se por exemplo hoje descobrissem que eram diabéticos, certamente iam mudar algo nas vossas vidas. POR FAVOR, não fique no sofá com uma caixa de anti-depressivos numa mão e noutra com uma de calmantes, isso vai fazer feliz outro grupo de pessoas, não você. Pode parecer duro o que vou dizer, mas como querem se tratar se não fazem nada para que isso aconteça? Vão confiar na medicação? Boa sorte!  
Sabem o que esteve na base do meu sucesso? A determinação, com ela veio a motivação e a persistência, é de mim, quem me conhece sabe muito bem uma vez metido da cabeça não há ponto de retorno, é para levar até ao fim, mas a principal razão é que, não gosto do que a doença me trás.

Para os que não gostam muito de ler no próximo artigo vou colocar tudo em forma "para leigos", um resumo de todos os artigos e possivelmente mais alguma coisa que me tenha esquecido de dizer, até lá um abraço para todos.

Parte 8
Parte 6

Em: Casos 


Tags: testemunho   
    
   
 
  
   
  
   
   
  
   
      
  
   
   
  
   
    

Sobre Mim


Rui F. Sei que ter ansiedade atrasa todo o processo da vida e pelo que dedico muitas horas para levar até si tudo o que possa ajudar a compreender esta doença. Foi uma forma que encontrei para tornar útil a minha ansiedade.
  

Outros Projetos Pessoais

Fique a Saber

Práticas Alternativas


Informação e ajuda à ansiedade, depressão e ataques de pânico
Information and help with anxiety, depression and panic Attacks
Información y ayuda con ataques de ansiedad, depresión y pánico
L'information et aider avec des d'anxiété, dépression et la panique

Vladman.net © 2010-2017

vladman.net