Comportamento sexual compulsivo

Postado por Rui Fonte em segunda, outubro 6, 2014 Em: Doenças mentais

Também conhecido por hipersexualidade, perturbação hipersexual, ninfomania ou vício sexual afeta entre 3% a 6% da população mundial. Mas apesar dos números não existe nenhuma categoria de "vício sexual" no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais. Existe um debate na comunidade médica sobre se o vício no sexo existe e se pode ser considerado uma doença. Para alguns sim, é um desejo compulsivo como muitos outros, para outros acreditam que ele pode ser apenas um desejo aumentado virado para o sexo.

Os comportamentos

Os sintomas (se é isso que se pode chamar) deste comportamento variam no tipo e gravidade. Alguns indícios de que você pode estar lutando contra um comportamento sexual compulsivo incluem:

Masturbação excessiva
Assuntos sequenciais simultâneas ou repetidas sobre pornografia 
Sexo virtual ou sexo por telefone 
Múltiplos parceiros anónimos 
Atividade sexual insegura  
Visitas constantes a clubes de strip e livrarias para adultos 
Aversão sexual 
Prostituição

Leia também - Manual DSM

Causas

Tal como a maioria destes distúrbios as suas causas não são claras, mas podem incluir um desequilíbrio de substâncias químicas cerebrais naturais.

Complicações

Isto pode ter inúmeras consequências negativas que afetam não só você mas também os outros. Você pode...

Lutar contra sentimentos de culpa, vergonha e baixa auto-estima. 
Desenvolver outros problemas de saúde mental, como depressão, estresse e ansiedade extrema. 
Negligência ou mentir para o seu parceiro\a e família, prejudicar ou destruir relacionamentos.
Acumular dívidas financeiras comprando serviços sexuais. 
Contrair HIV, hepatite ou outra doença sexualmente transmissível. 
Envolver-se em uso de substâncias como drogas ou álcool. 
Ser preso por crimes sexuais. 
Perder o foco colocando em risco o seu emprego e família.

Quando procurar ajuda

Na minha opinião poderia dizer que é altura de procurar ajuda quando este comportamento atrapalha e cria problemas na sua vida. Claro que o tema pode causar vergonha ou embaraço mas o seu médico está qualificado para lidar com a situação.
O seu médico, psiquiatra ou outro profissional de saúde mental certamente vai fazer uma avaliação psicológica do tipo, como anda a sua saúde física e mental, bem como o seu bem-estar emocional em geral os seus pensamentos sexuais, comportamentos e compulsões, o uso de drogas e álcool, estado da sua família, relacionamentos e situação social.
Como disse acima, caso esteja a ser vitima dos seus pensamentos, procure ajuda, ela existe.

Em: Doenças mentais 



    
   
 
  
   
  
   
   
  
   
      
  
   
   
  
   
    

Sobre Mim


Rui F. Sei que ter ansiedade atrasa todo o processo da vida e pelo que dedico muitas horas para levar até si tudo o que possa ajudar a compreender esta doença. Foi uma forma que encontrei para tornar útil a minha ansiedade.
  

Outros Projetos Pessoais

Práticas Alternativas


Informação e ajuda à ansiedade, depressão e ataques de pânico
Information and help with anxiety, depression and panic Attacks
Información y ayuda con ataques de ansiedad, depresión y pánico
L'information et aider avec des d'anxiété, dépression et la panique

Vladman.net © 2010-2017

vladman.net