O medo da noite

Postado por rui vladman fonte em sábado, abril 21, 2012 Em: Refletindo


Deitado acordado no meio da noite 
quando o mundo está quase morto 
com as gotas da chuva gotejando, uma a uma 
ele se sente como se o céu estivesse chovendo as minhas lágrimas. 

Medo, é isso que me mantém acordado, 
enquanto eu fecho meus olhos e tento mantê-los fechados, 
o medo começa a rastejar por todo os meus sentidos, 
começando com o mais óbvio e 
ramificando-se a todos os cantos da mente. 

Por quê? O quê? Como? Tantas perguntas, 
ainda poucas respostas, quando a mente 
tece sua teia complexa sobre a minha confiança, 
deixando-me alto e seco, ofegante 
e mantém-me acordado na noite. 

Deito-me de costas com a minha mãos sob minha cabeça, 
olhando para o teto escuro, incerto e confuso.

Não era suposto ser assim, 
ninguém me mencionou uma palavra sobre isso, 
olhando vagamente para o teto escuro, 
eu não conseguia dormir.

Tentando não me perder, 
a minha mente continua a pensar 
o, se e as probabilidades, 
sem um cuidado sobre o presente.

No final, era tudo um pouco demais para tomar, 
como o medo do desconhecido me cercam por todos os lados, 
e a escuridão a rastejar o seu caminho lentamente e de forma constante, 
os pesadelos parecem maiores e maiores, 
estragando tudo antes que eu caísse num sonho profundo.
 

Em: Refletindo 



    
   
 
  
   
  
   
   
  
   
      
  
   
   
  
   
    

Sobre Mim


Rui F. Sei que ter ansiedade atrasa todo o processo da vida e pelo que dedico muitas horas para levar até si tudo o que possa ajudar a compreender esta doença. Foi uma forma que encontrei para tornar útil a minha ansiedade.
  

Outros Projetos Pessoais

Fique a Saber

Práticas Alternativas


Informação e ajuda à ansiedade, depressão e ataques de pânico
Information and help with anxiety, depression and panic Attacks
Información y ayuda con ataques de ansiedad, depresión y pánico
L'information et aider avec des d'anxiété, dépression et la panique

Vladman.net © 2010-2017

vladman.net