Suicidio, o lado negro do Japão

Postado por rui vladman fonte em quinta, abril 26, 2012 Em: Divulgar



Quando falamos do Japão, destaca-se logo a tecnologia, educação ou economia, a sua beleza e cultura são unicas, tudo parece ter um sentido, tudo tem um proposito, nada é feito ao acaso, é isso que fez o Japão ao posicionar-se no topo das estatisticas, por exemplo em 2001 o Japão foi considerado o pais mais seguro para se viver, nada mau tendo em conta que  são 150 milhoes de habitantes em tao pouca area, mas há um factor estatístico muito negro, o suicidio.
O Japão foi pela 13 vez o pais com mais suicidios do mundo, por ano cometem suicidio mais de 30.000 (trinta mil) pessoas,
é mesmo impressionante vindo de um pais que parece é conhecido pela sua serenidade.
Mas porque isto acontece? Melhor, porque paises como Japão, Suecia, Noruega ou Dinamarca são os recordistas destas taxas?

É dificil chegar á resposta certa, no caso do Japão um dos maiores culpados talvez seja mesmo a própria cultura, casos de 
escândalos ou perda de dignidade na sociedade poderam ser os principais responsaveis, outro facto importante  são os 
suicídios coletivos muitos deles anunciados nas redes sociais.
O governo tem anunciadas varias medidas para combater estas taxas, um órgão criado para a assistência e ajuda às pessoas que pensam em tirar a própria vida, recebe aproximadamente 720 mil ligações por ano.

Em: Divulgar 



    
   
 
  
   
  
   
   
  
   
      
  
   
   
  
   
    

Sobre Mim


Rui F. Sei que ter ansiedade atrasa todo o processo da vida e pelo que dedico muitas horas para levar até si tudo o que possa ajudar a compreender esta doença. Foi uma forma que encontrei para tornar útil a minha ansiedade.
  

Outros Projetos Pessoais

Práticas Alternativas


Informação e ajuda à ansiedade, depressão e ataques de pânico
Information and help with anxiety, depression and panic Attacks
Información y ayuda con ataques de ansiedad, depresión y pánico
L'information et aider avec des d'anxiété, dépression et la panique

Vladman.net © 2010-2017

vladman.net