A depressão é um estado de espírito forte que envolve tristeza, desânimo, desespero, com uma duração semanas, meses, ou até anos, a depressão afeta mais do que o humor de uma pessoa, drena a energia, motivação e concentração que uma pessoa precisa para suas atividades normais, ela interfere com a capacidade de perceber ou apreciar as coisas boas da vida.

           

Os transtornos depressivos têm estado com a humanidade desde o início da história registada. Na Bíblia, o rei Davi sofreu desta aflição. Hipócrates refere à depressão como melancolia identificada como perda de apetite e humor deprimido, descreveu ele na teoria fisiologia básica médica da época.

Hoje já se sabe bem mais sobre ela, apesar de muito ainda ser um mistério. A depressão ou depressão clínica pode coexistir com praticamente todos as outras doenças de saúde, agravando a situação daqueles que sofrem da combinação de depressão e outra doença mental.

Diferença entre a depressão e uma tristeza ocasional.

É importante saber, ou seja, saber se há uma causa externa ou evento que se vai revelar passageira ou se dura mais de uma a duas semanas. Apesar da evidência clara da pesquisa e diretrizes clínicas sobre a terapia, a depressão é muitas vezes tratada. Espero que esta pagina o/a faça educar para conseguir mudar para melhor. 

Depressão vem em várias formas, os diferentes tipos de depressão têm sintomas únicos, causas e efeitos. Saber o tipo de depressão que você tem pode ajudar a gerir os seus sintomas e obter o tratamento mais eficaz. Compreender a causa subjacente da sua depressão pode ajudá-lo\a a superar o problema. Aprender sobre a depressão, incluindo seus sinais, sintomas, causas e tratamento é o primeiro passo para superar o problema.

            

causas e sinais depressao

          

A razão da depressão

Não há uma causa única para a depressão, mas há indícios, incluindo traços herdados de familiares que podem ter tido depressão, ou viver em uma família difícil ou ambiente social.

Depressão envolve um equilíbrio de vários produtos químicos naturais no cérebro, esses produtos químicos, chamados neurotransmissores, afetam o humor, muitas coisas podem afetar a produção do cérebro de neurotransmissores - incluindo luz do dia ou estações do ano, um ambiente desafiador social, eventos de vida, e certas condições médicas. 

Às vezes uma pessoa pode descobrir como alguns desses fatores podem ter contribuído para o sentimento de depressão, por exemplo, no inverno, quando há menos luz, algumas pessoas têm uma tendência a um tipo de depressão chamada de transtorno afetivo sazonal (TAS) . 

Outras vezes, uma pessoa pode tornar-se deprimido sem nenhum motivo aparente, sem saber o que causou a depressão, mas não o torna menos real. 

            

Os graus da depressão 

Existes três níveis de depressão  a leve, que tem um certo impacto na vida quotidiana, a depressão moderada, que apresenta sintomas mais severos e nos afecta dia a dia e a depressão major ou depressão clínica que afecta profundamente todo o funcionamento da pessoa.

 

Outras formas de depressão 

Distimia, é uma forma de depressão clínica, é ligeira de baixo nível e pode durar anos.

Desordem bipolar, caracteriza se por um ciclo de picos e descidas repentinas do humor. A ciclotimia é uma versão mais branda da desordem bipolar. 

Alterações hormonais e físicas do pós-parto, acrescidas responsabilidades podem contribuir para este estado.

Distúrbio efectivo sazonal, é também conhecida pela depressão invernal, em que a ausência de luz do sol leva a uma queda do humor.

Causas e fatores de risco para a depressão 

 

Solidão

■ Falta de apoio social 

■ Recentes experiências de vida estressantes 

■ História familiar de depressão 

■ Problemas conjugais ou relacionamento 

■ Tensão financeira 

■ Trauma de infância 

■ Abuso de álcool ou de drogas 

■ Desemprego 

Empregos exigentes

■ Problemas de saúde ou dor crônica

       

causas depressão


Como pedir ajuda à depressão

Basta dizer algo como "Estou-me sentindo muito mal ultimamente e acho que estou deprimido/a" pode ser uma boa maneira de começar a discussão. 

Se você acha que pode estar deprimido/a, pergunte um familiar para marcar uma consulta com um terapeuta, se um  membro da família não poder ajudar, ligue para uma linha de apoio para obter ajuda.


Amigos e pessoas que se preocupam com você podem apoiá-lo de outras maneiras: 

•Eles podem ouvir e falar, mostrando que eles entendem o que você está sentindo. 

•Eles podem lembrá-lo de que as coisas podem melhorar, e que eles estão lá para você.

•Eles podem ajudar você a ver as coisas que já estão mal sobre a sua vida, mesmo quando é difícil você perceber. 

•Eles podem lhe fazer companhia e fazer coisas agradáveis ou relaxantes com você. 

•Podem dar-lhe elogios honestos e ajudá-lo a encontrar coisas para rir ou sorrir. 

Tristeza regular vs depressão 

Sentir-se triste, em baixo ou desanimados são naturais emoções humanas. Nós todos nos sentimos assim às vezes. Podemos-nos sentir tristes com uma discussão com um amigo, uma separação, ou um melhor amigo a sair da cidade. Podemos estar decepcionados em fazer mal em um teste, ou talvez se sintam desencorajados se a nossa equipa não conseguir quebrar a sua série de derrotas. A morte de alguém próximo pode levar a um tipo específico de tristeza - tristeza. Na maioria das vezes, as pessoas conseguem lidar com esses sentimentos e passar por eles com um pouco de tempo e cuidado, mas se tiver uma duração superior a duas a três semanas pode revelar uma depressão. 

Ansiedade vs Depressão

Veja os sintomas comuns na depressão


A doença pode ocorrer em homens ou mulheres, mas no sexo feminino é muito mais frequente. Atinge qualquer idade. A depressão não escolhe sexo, idade, raça, classe social. E em alguns casos pode ser fatal.Embora sejam tratadas separadamente,estes distúrbios têm semelhanças,um estudo feito reparou que Depressão passa para Ansiedade em 2% dos casos e Ansiedade para a Depressão em 24% dos casos e sustenta ainda a ideia da evolução do stress para Ansiedade e em seguida para Depressão. 

Eu sou da opinião que a ansiedade e depressão poderão estar ligadas, até me arrisco a dizer que podem ser "irmãs", há estudos efetuados em que mostram uma ligação/evolução entre as duas patologias.

  

depressao vs ansiedade

   

A depressão é uma doença, não sendo apenas sinal de fraqueza, de falta de pensamentos positivos ou uma condição que possa ser superada apenas pela força de vontade ou com esforço.
Acredito que nos próximos 10 anos os casos Stress/Ansiedade/Depressão vão multiplicar e que os países com altos índices de casos não vão conseguir dar a resposta certa,basta vermos os números de anti-depressivos que são receitados para vermos que a solução já não passa por falar e tentar compreender o problema mas sim receitar como se fossemos uma linha de montagem.

Uma pessoa com uma depressão pode não se perceber que está deprimida, porque auto-pensamento crítico faz parte da depressão, algumas pessoas erroneamente pensam em si mesmos como um fracasso, um mau aluno, um desistente, um preguiçoso, um perdedor, ou uma pessoa má.

   

pacientes com ansiedade

Entre os pacientes diagnosticados portadores de ansiedade, 65% apresenta sintomas francamente depressivos.


Estatística sobre depressão

Os transtornos depressivos são um enorme problema de saúde pública, devido aos  milhões de pessoas que são afectadas. As estatísticas sobre a depressão são surpreendentes a Organização Mundial de Saúde estima que cerca de 121 milhões de pessoas no mundo têm alguma forma de depressão, e menos do que 25 por cento têm acesso a um tratamento eficaz, aqui ficam algumas das mais importantes estatísticas:

•Estatísticas recentes sugerem que cerca de sete em cada cem pessoas vão sofrer de depressão após os 18 anos, em algum momento das suas vidas. 

•Uma em cada 33 crianças e um em cada oito adolescentes têm depressão clínica. O suicídio é a terceira principal causa de morte para as idades de 10 a 24. 

•A maioria das pessoas diagnosticadas com depressão maior recebem um diagnóstico entre seus vinte anos e trinta e poucos anos. 

•Cerca de seis milhões de pessoas são afectadas pela depressão mais tarde na vida, mas só apenas 10% recebem tratamento. 

•Para cada homem que desenvolve uma depressão, duas mulheres sofrem de depressão, independentemente da origem racial ou étnica ou situação económica. 

•Mais de metade de todas as pessoas que cuidam de um parente mais velho mostram sintomas depressivos clinicamente significativos. 

•Até ao ano 2020, a depressão será a segunda doença de saúde mais comum no mundo. 

•A depressão clínica é a principal causa de incapacidade em todo o mundo.


    

gráfico incidência depressão

                       

A depressão é dez vezes mais frequente hoje do que era em 1960

A tristeza pode nos ajudar a aprender sobre nossa condição humana, por exemplo, as emoções negativas acarretadas por uma pessoa deprimida, de uma forma geral, podem facilitar e focar a nossa percepção e o nosso pensamento critico, auxiliando-nos a detectar o que há de errado e como podemos corrigir ou eliminar o problema, claro que pode ser restringido pelo grau da depressão. 

A capacidade ou vontade de uma pessoa  procurar o tratamento afecta o comprimento do episódio de depressão. Em caso de tratamento, um episódio pode durar de duas a seis semanas. No entanto, sem tratamento, os episódios podem durar de seis a 18 meses ou mais. Em média, elas duram cerca de cinco meses ou mais.                 

      

O que pode ser feito para tratar a depressão? 

O diagnóstico precoce e o tratamento para a depressão podem reduzir o stress, bem como o risco de suicídio, quando ele existe. Aqueles com essa condição médica recebem tratamento para co-existente da depressão, muitas vezes experimentam uma melhoria do seu estado geral, e alcançam uma melhor qualidade de vida, e é mais fácil de seguir com seu plano de tratamento. O sucesso do tratamento não pode ser garantido, mas a maioria dos indivíduos tratados para depressão vai se recuperar. A recuperação é muitas vezes mais rápida e completa quando ambos medicamentos antidepressivos e psicoterapia são combinados. Muitos medicamentos antidepressivos estão disponíveis para tratar a depressão. Como funcionam estas drogas não é totalmente compreendido, mas eles afectam substâncias químicas do cérebro, que se acredita estar envolvido na depressão.

  

 Fazer mudanças de estilo de vida saudáveis é altamente aconselhável 

Seja qual for o tratamento as mudanças do estilo de vida podem ter um grande impacto sobre a depressão. Mudanças que podem ser muito eficazes:

 

■ Cultivar relações de apoio 

■ Fazer exercícios físicos regularmente e dormir 

■ Comer saudavelmente

■ Gerir o stress 

■ Praticar técnicas de relaxamento 

■ Desafiando negativos padrões de pensamento 

mudanças estilo vida

     

A boa notícia

A depressão é uma das doenças mais tratáveis, 80-90% das pessoas conseguem encontrar alívio. Pesquisadores trabalham diligentemente para desenvolver novos tratamentos para a depressão e bem-sucedidos. Estudos sugerem que os pacientes que procuram tratamento, seja de psicoterapia , terapia medicamentosa, terapia holística, ou uma combinação destes, podem melhorar dramaticamente. Fazer mudanças de estilo de vida saudáveis é altamente aconselhável. 

Se você ou alguém que você conhece sofre de depressão tenha a certeza de obter ajuda médica, existem também através da internet várias formas de apoio, tente identifica-la e peça ajuda Ver mais

              

Depressão e suicídio

Há outro factor importante que poderá ser um sinal de alarme, a tentativa de suicídio.

Existem sinais numa pessoa que podem ajudar a entender as intenções de terminar com a vida.

Sinais importantes:

Pessimismo ou falta de esperança

Ideias de suicídio abertamente faladas

Fantasias de suicídio

Perda de interesse da vida

Frases do tipo "já não aguento mais"

Abuso de álcool e drogas

Embora a maioria das pessoas deprimidas não seja suicida, a maioria dos suicidas são pessoas deprimidas.

   



 

depressao e suicidio

           

Se você acha que um amigo ou membro da família está pensando em suicídio, expressar sua preocupação e procurar ajuda profissional imediatamente. Falar abertamente sobre pensamentos suicidas e sentimentos podem salvar uma vida!


Informação e ajuda à ansiedade, depressão e ataques de pânico

Information and help with anxiety, depression and panic Attacks

Información y ayuda con ataques de ansiedad, depresión y pánico

L'information et aider avec des d'anxiété, dépression et la panique

Vladman.net © 2014

saúde mental