Oi, você sabia que possuo Transtorno de Ansiedade Generalizada?

Postado por Rui Fonte em terça, agosto 16, 2016 Em: Casos

Sabia que enquanto você dorme tranquilo ou opta por não dormir para assistir uma série ou filme, eu simplesmente não durmo pensando em mil problemas e situações reais e não reais que me atormentam? 

Sabia que sofro por coisas que muitas pessoas acham pequenas, mas que pra mim parecem gigantes? Sabia que às vezes a ansiedade me imobiliza mental e fisicamente prejudicando meu desempenho em atividades do dia-a-dia? 

Sabia que quando você me diz que precisa falar comigo ou então não termina um assunto, por mais bobo que pareça, que eu não consigo parar de pensar nisso, que meu coração acelera e eu não consigo mais ter um dia normal pois aquilo me consome? 

Sabia que luto todos os dias contra a depressão pra levantar da cama e parecer saudável pra não preocupar ninguém? 

Sabia que me cobro demais, que me culpo por qualquer erro ou possibilidade de erro meu e que acabo fazendo o mesmo com os outros pelo medo de que as coisas saiam errado e virem uma tragédia como minha mente já previu? 

Sabia que essa condição me atrapalha e muito nos meus relacionamentos pois minha mente cria situações ilógicas que pra mim parecem verídicas e acabo agindo irrazoavelmente, cobrando, pressionando e consequentemente afastando as pessoas de mim? 

Sabia que pra mim é muito difícil ouvir não e que por isso muitas vezes eu não peço algo que preciso com medo da negação? E que por isso também tenho dificuldade de dizer não pois não quero que o outro sinta o mesmo que eu sinto?  Sabia que sofro de uma grande necessidade de atenção e carinho, que dão a sensação de segurança que eu tanto preciso e que me ajudam a ficar estável? 

Sabia que ser julgada e criticada me fazem entrar em verdadeiro estado de pânico por achar ter falhado e que é uma sensação de que o mundo vai desmoronar? 

Sabia que mesmo eu tendo consciência disso tudo, é praticamente impossível na hora de uma crise ter essa racionalidade e não me descontrolar? 

Sabia que tomo remédios, que faço meditação, terapia, natação, fotografia, teatro, artesanato e vou viajar pra tentar melhorar?

Sabia que mesmo com tantos problemas, com a sensação de que estou enlouquecendo e vontade muitas vezes de desistir da vida, que eu ainda estou aqui de pé, vivendo um dia após o outro, com coragem e esperança de que um dia essa condição irá melhorar? 

Então não venha subestimar minha dor. Não venha me dizer que é frescura ou drama e que eu deveria fazer isso ou aquilo. Eu estou tentando e muito. Se você não puder ajudar, apenas não atrapalhe. E se você ama alguém com esse problema, mostre que se importa, procure como ajudar, seja presente, pois sua ajuda pode ser fundamental pra que essa pessoa continue viva.

Antes de julgar entenda que cada um carrega uma cruz e que não é porque a minha é diferente da sua que ela não é tão pesada ou até mais. Ter um transtorno mental não é fácil e mesmo com grande parte da população possuindo algum tipo, muitas pessoas não entendem e acabam contribuindo pra piora dessas pessoas que já sofrem tanto. Então, critique menos e ame mais. Julgue menos e tenha mais empatia. 

O mundo agradece, sabia?

Obrigado G.M

Em: Casos 



    
 
    
  
  
   
   
  
   
      
  
   
   
  
   
    

Sobre Mim


Rui F. Sei que ter ansiedade atrasa todo o processo da vida e pelo que dedico muitas horas para levar até si tudo o que possa ajudar a compreender esta doença. Foi uma forma que encontrei para tornar útil a minha ansiedade.
  

Outros Projetos Pessoais

Práticas Alternativas


Informação e ajuda à ansiedade, depressão e ataques de pânico
Information and help with anxiety, depression and panic Attacks
Información y ayuda con ataques de ansiedad, depresión y pánico
L'information et aider avec des d'anxiété, dépression et la panique

Vladman.net © 2010-2017

vladman.net