O que não fazer nos dias difíceis

Postado por Rui Fonte em quinta, outubro 2, 2014 Em: Guest Post

Quem nunca ouviu dizer que "para descer todo santo ajuda". Pois é, nossa mente funciona desta maneira também. Tudo pode estar indo bem, mas às vezes basta uma palavra maldita para nos sentirmos mal. 

Está palavra pode ser algo ruim, ou alguma coisa dita ou ouvida da forma errada.
Porém, se estamos mal (com nossa energia baixa) e queremos subi-la para melhorar, precisamos nos esforçar continuamente, pois se nos descuidarmos, continuaremos a cair ou a acabamos perdendo os esforços que conseguimos até então.

O que fazer

Quando se está passando por sensações desagradáveis na vida ou aquele incomodo (que parece sem motivo) está causando desconforto, temos que cuidar da nossa mente, lendo, ouvindo, vendo e nos dizendo coisas boas constantemente até sairmos da zona baixa das emoções.

Se algo já está ruim e continuamos pensando ainda mais coisas negativas, continuaremos a cair até chegar no fundo do poço emocional, onde só nos resta escolher se ali é o nosso lugar ou olhar para cima. Eu decido todos os dias procurar algo bom nas mais difíceis situações (e tem funcionado, ainda que às vezes as sensações demorem para passar ou a situação melhorar). Mas essa é a minha vida.
E você (como único responsável pelas próprias mudanças), o que fará por si mesmo?

Contributo de Tamires Damasio

Em: Guest Post 



    
   
 
  
   
  
   
   
  
   
      
  
   
   
  
   
    

Sobre Mim


Rui F. Sei que ter ansiedade atrasa todo o processo da vida e pelo que dedico muitas horas para levar até si tudo o que possa ajudar a compreender esta doença. Foi uma forma que encontrei para tornar útil a minha ansiedade.
  

Outros Projetos Pessoais

Fique a Saber

Práticas Alternativas


Informação e ajuda à ansiedade, depressão e ataques de pânico
Information and help with anxiety, depression and panic Attacks
Información y ayuda con ataques de ansiedad, depresión y pánico
L'information et aider avec des d'anxiété, dépression et la panique

Vladman.net © 2010-2017

vladman.net