Têm os antidepressivos riscos a longo prazo?

Postado por Rui Fonte em sexta, novembro 15, 2013 Em: Questões

À uns dias uma amiga minha me perguntou se havia riscos a longo prazo com os antidepressivos. Bem, eu não sou medico, mas até nem preciso de o ser para responder corretamente a essa pergunta. Se ela perguntar a um psiquiatra, possivelmente ele lhe vai dizer que não há problema, mas se lhe perguntar de seguida em que se baseia, ou mente ou não sabe.

Porque?

Simples, não se sabe. Não há estudos sistemáticos de longo prazo de antidepressivos com duração de 10 ou mais anos, logo ninguém pode responder com papéis se tem efeitos ou não. 

Por um lado...

Como os antidepressivos inibidores selectivos da recaptação da serotonina (SSRI os mais usados), estão no mercado desde a década de 80, só no mercado Norte Americano foram entregues a mais de 40 milhões de americanos, então, é razoável dizer que se essas drogas causassem quaisquer efeitos tóxicos significativos se teriam visto em muitos desses relatórios, pelo menos eu gosto de pensar assim.

Por outro lado...

Uns estudos feitos o ano passado por diferentes universidades Norte Americanas, levaram a umas conclusões assustadoras, o colégio americano de cardiologia, relatou que o uso continuo de antidepressivos, tem sido associada a artérias mais espessas, o que pode contribuir para o risco de doença cardíaca ou derrame. Outros riscos documentados nos estudos foram:

Pensamentos, sentimentos suicidas e comportamento violento.
Diabetes.
Problemas com o sistema imunológico.
Ossos frágeis.

Também poderá gostar de - Efeitos colaterais antidepressivos

Então se fazem mal porque os têm em comercialização?

Bem, não vou falar dos interesses ou de como os seus vendedores (psiquiatras) que os receitam às pessoas, mas sim como funciona:

Um medicamento quando é aprovado e lançado no mercado as diferentes entidades de saúde dos países têm um banco de dados que contém informações sobre eventos adversos, relatórios de erros de medicação são sempre submetidos à entidade, caso se prove que há perigo para a saúde pública (o que é praticamente impossível associar) e caso seja necessário, o retiram do mercado.

Conclusão

Se eu tivesse que responder, respondia desta forma, tal como em todos os medicamentos existem riscos e a probabilidade de os ter com antidepressivos não é diferente, mas é um mal necessário.
É costume dizer que a diferença entre o veneno e medicação está apenas na dosagem.
Falem sempre com o vosso medico em caso de dúvida, só ele tem competência para se responsabilizar e aconselhar.

Em: Questões 


Tags: antidepressivos   
    
 
    
  
  
   
   
  
   
      
  
   
   
  
   
    

Sobre Mim


Rui F. Sei que ter ansiedade atrasa todo o processo da vida e pelo que dedico muitas horas para levar até si tudo o que possa ajudar a compreender esta doença. Foi uma forma que encontrei para tornar útil a minha ansiedade.
  

Outros Projetos Pessoais

Práticas Alternativas


Informação e ajuda à ansiedade, depressão e ataques de pânico
Information and help with anxiety, depression and panic Attacks
Información y ayuda con ataques de ansiedad, depresión y pánico
L'information et aider avec des d'anxiété, dépression et la panique

Vladman.net © 2010-2017

vladman.net