Usar o alcool para reduzir a ansiedade

Postado por Rui Fonte em quinta, janeiro 10, 2013 Em: Divulgar

O uso limitado de bebidas alcoólicas é normal, seja numa noite ou um copo à refeição, quando se esta a socializar, etc. O que já não é normal é fazer se uso dele para aliviar a ansiedade. Eu pessoalmente já fiz isso como podem ler no meu artigo pessoal 5 e na verdade...até resulta, o problema é que estamos a abrir um buraco para tapar outro, ou seja pode ser a solução do momento mas a médio prazo concerteza que não é. Por isso quando virem alguém a fazer isso para esse fim não achem estranho, é comum.

Porque?

O álcool é como uma droga, ele tem um efeito sedativo e consegue afectar o sistema nervoso, na verdade em tempos antigos ele até era usado para tratar a euforia e para aliviar estados como a ansiedade e depressão. Rápido se veio a verificar que a sua dependência e malefícios para o coração, fígado e cérebro eram demasiado altos. O maior problema é que o corpo ganha tolerância ao álcool, e a dose que hoje basta amanha de certamente não chega, e tem que se aumentar a "dose".

Teorias de uso

1 - A teoria que ao ingerir álcool vai cria um efeito de redução de tensão, com isso os indevidos se auto-medicam para reduzir o stress ou a ansiedade.

2 - Alguns investigadores propuseram que pode haver uma ligação genética que influencia o nível de uma pessoa à ansiedade e ao consumo de álcool. Estas teorias biológicas sugerem que o mecanismo do cérebro é responsável por sintomas de ansiedade e comportamento de beber. Ou seja o cérebro é que "ordena" o álcool. 

3 - Outros pesquisadores têm proposto que devido aos seus efeitos sobre o sistema nervoso central, e com o alívio em níveis muito elevados de ansiedade é normal esperar o aumento do consumo de álcool nas pessoas, é fácil de obter e não é preciso ir a uma consulta. 

Transtornos de ansiedade e alcoolismo

Não vamos confundir uma coisa com a outra, são distúrbios diferentes, quem sofre de ansiedade e usa o álcool para aliviar os seus sintomas não é um alcoólico, apesar de haver uma grande probabilidade mais tarde o ser, já que o álcool causa dependência, ou seja, quem o usa para aliviar os sintomas serve como se fosse uma muleta.

Abuso de álcool pode aumentar os sintomas de ansiedade e de pânico 

Este é o outro lado da moeda, o que começa como uma maneira de lidar com a ansiedade, pode rapidamente ter o efeito oposto de angústia crescente. A abstinência do álcool é onde se encontra o problema, isso é muitas vezes chamado de "ressaca." E ai os sintomas de abstinência de álcool podem incluir: 

Ansiedade 

• Ataques de Pânico 

Náusea 

Vómitos 

• Elevação da pressão arterial e frequência cardíaca 

Agitação 

• Aumento da temperatura corporal 

Estes sintomas tendem a criar um ciclo de ansiedade e aumento da sua ingestão. 

Resumindo, querem o meu conselho - NÃO USEM O ÁLCOOL COMO OPÇÃO

Em: Divulgar 



    
 
    
  
  
   
   
  
   
      
  
   
   
  
   
    

Sobre Mim


Rui F. Sei que ter ansiedade atrasa todo o processo da vida e pelo que dedico muitas horas para levar até si tudo o que possa ajudar a compreender esta doença. Foi uma forma que encontrei para tornar útil a minha ansiedade.
  

Outros Projetos Pessoais

Práticas Alternativas


Informação e ajuda à ansiedade, depressão e ataques de pânico
Information and help with anxiety, depression and panic Attacks
Información y ayuda con ataques de ansiedad, depresión y pánico
L'information et aider avec des d'anxiété, dépression et la panique

Vladman.net © 2010-2017

vladman.net