As terapias são uma boa forma de completar um tratamento, existem várias psicoterapias cada uma delas pode ser indicada pelo seu médico para os diferentes casos. É uma boa opção incluir estas terapias no combate da doença. 

            

Psicoterapia 

É um termo utilizado para descrever um processo de tratamento de distúrbios psicológicos e angústia mental. Durante este processo, um psicoterapeuta treinado ajuda o cliente a resolver um problema específico ou geral, como uma doença mental em particular ou uma fonte de estresse vida. Dependendo do método usado pelo terapeuta, uma grande variedade de técnicas e de estratégias pode ser usada. No entanto, quase todos os tipos de psicoterapia envolvem o desenvolvimento de uma relação terapêutica, comunicar e criar um diálogo e trabalhando para superar pensamentos ou comportamentos problemáticos.

    

Uma breve história da psicoterapia 

A psicoterapia lá foi praticada de várias formas, há muito tempo atrás no tempo dos gregos antigos ká era praticada, recentemente recebeu o seu início formal quando Sigmund Freud começou a usar a terapia da conversa para trabalhar com os pacientes. Algumas das técnicas comumente utilizadas por Freud incluiu transferência, análise de sonhos e da livre associação. 

Quando o comportamento se tornou em uma escola de pensamento mais proeminente durante o início dos século XX, técnicas como o condicionamento e associação começou a desempenhar um papel importante na psicoterapia. Enquanto pode não ser tão dominante como era antes, muitos de seus métodos são ainda muito popular hoje. A terapia comportamental utiliza frequentemente o condicionamento clássico , condicionamento operante e aprendizagem social para ajudar as pessoas a alterar comportamentos problemáticos. 

Um erro comum 

Quando as pessoas pensam na palavra psicoterapia, elas imediatamente imaginar um paciente deitado em um sofá conversando enquanto um terapeuta se senta em uma cadeira próxima a anotar os pensamentos em um bloco amarelo, mas não é bem assim, enquanto muitos psicoterapeutas usam este tipo clássico de terapia da conversa, há realmente uma grande variedade de técnicas e práticas utilizadas na psicoterapia. A abordagem exata usada em cada situação pode variar de acordo com uma variedade dos fatores, incluindo a formação e experiência do terapeuta, as preferências da pessoa e da natureza exata do problema que está experimentando. 

            

Terapia cognitivo-comportamental (TCC) 

Existem várias terapias mas a que mais se encaixa nos ataques de pânico e ansiedade é a terapia cognitivo-comportamental é uma abordagem que integra várias dimensões importantes do ser humano para explicar como somos e como nossa psique funciona. Nesta visão,os pensamentos,as emoções,as crenças,as ações,o meio no qual se vive,sua história,as memórias,todos estes aspectos estão interligados e juntos formam o modo todo especial de ser de cada um. Então, tudo isso é levado em conta no processo terapêutico para se entender o que está acontecendo com aquela pessoa e se poder direcionar e aprofundar a psicoterapia do melhor modo diante dos objetivos que a levaram a procurar o psicólogo.

Terapia cognitivo-comportamental

TCC é utilizada para tratar uma variedade de problemas psicológicos, incluindo: 

Ansiedade

Outros transtornos de ansiedade como a fobia socialtranstorno obsessivo-compulsivo ou pós-traumático

Depressão

Baixa auto-estima

Raiva incontrolável

Medos irracionais

Hipocondria

Abuso de substâncias, como beber, fumar ou uso de outras drogas

Problema do jogo

Distúrbios alimentares

Insônia

Problemas de casamento ou relação

Alguns problemas emocionais ou comportamentais em crianças ou adolescentes

A TCC também é utilizada para ajudar em outros problemas psicológicos. Em alguns casos, outras formas de terapia usadas ao mesmo tempo podem ser recomendadas para melhores resultados. Fale com o seu médico para mais informações e conselhos.

TCC é uma combinação de duas técnicas

A TCC concentra-se em mudar os pensamentos inúteis e comportamentos. É uma combinação de duas terapias: "terapia cognitiva" e "terapia de comportamento". A crença de ambas as técnicas é que pensamentos saudáveis ​​podem levar a sentimentos e comportamentos saudáveis.

A terapia cognitiva

O objetivo da terapia cognitiva é mudar a forma como a pessoa pensa sobre o problema que está causando preocupação. Pensamentos negativos podem causar auto-destrutivos sentimentos e comportamentos. Por exemplo, alguém que pensa que são indignas de amor ou respeito podem sentir-se retirados em situações sociais e se comportam timidamente. A terapia cognitiva desafia esses pensamentos.

Terapia comportamental

O objetivo da terapia comportamental é ensinar as técnicas ou habilidades para alterar o seu comportamento. Por exemplo, uma pessoa que se comporta timidamente em uma festa pode ter pensamentos e sentimentos negativos sobre si mesmos. Terapia comportamental ensina a pessoa comportamentos mais úteis.

O percurso tem as seguintes fases:

Avaliação--Educação--Trabalho de casa--Metas--Prática

Terapia de exposição 

A terapia de exposição é considerada um tratamento comportamental para a TEPT. Isto porque as metas de terapia de exposição é em aprender comportamentos em que as pessoas se envolvem ( na maioria das vezes a evasão ) em resposta a situações ou pensamentos ou memórias que são vistos como assustadoras ou provocadoras de ansiedade. Por exemplo, uma sobrevivente de roubo pode começar a evitar relacionamentos ou sair em datas por medo de que ela vai ser atacado novamente.

É importante reconhecer que este evitação aprendida serve a um propósito. Quando uma pessoa experimenta um evento traumático, ele pode começar a agir de forma a evitar situações de ameaça, com o objetivo de tentar evitar que a experiência traumática de acontecer novamente. Em muitos aspectos, esta crítica é um buscando segurança ou resposta protetora. No entanto, como este comportamento de evitação se torna em um extremo, a qualidade de vida pode diminuir, pode perder o contato com a família ou passar por dificuldades no trabalho ou nos relacionamentos.

terapia de exposicao

O objetivo da terapia de exposição, então, é para ajudar a reduzir o medo de uma pessoa reduzindo a ansiedade, com o objetivo final de eliminar o comportamento de evitação e aumentando a qualidade de vida. Isso é feito através do confrontar as coisas que uma pessoa tem medo. Ao confrontar situações temidas, pensamentos e emoções, uma pessoa pode aprender que a ansiedade e o medo vai diminuir por conta própria.

Os métodos que podem ser utilizados por um terapeuta encontram-se descritos abaixo: 

A exposição ao vivo - Refere-se ao confronto direto de objetos temidos, atividades ou situações por uma pessoa sobe a orientação de um terapeuta.

A exposição imaginária - Pode ajudar uma pessoa a confrontar diretamente com pensamentos temidos e memórias.

A exposição interoceptiva - Foi originalmente concebido para tratar o transtorno do pânico. No entanto, há evidências de que ela pode ser bem sucedida no tratamento de TEPT.

   


Informação e ajuda à ansiedade, depressão e ataques de pânico
Information and help with anxiety, depression and panic Attacks
Información y ayuda con ataques de ansiedad, depresión y pánico
L'information et aider avec des d'anxiété, dépression et la panique

Vladman.net © 2010-2017
vladman.net